Professor Marcelo – O Vereador Fiscal

faeaIgualmente, nos últimos doze anos, a Câmara não realizou de modo pleno, concreto e abrangente, a fiscalização do dinheiro público, administrado seja pela Prefeitura, pelo SAMAE e pelas Fundações e outros órgãos da administração municipal.

O candidato Professor Marcelo é auditor fiscal do Tribunal de Contas de Santa Catarina há 27 anos e possui inegável conhecimento e domínio da matéria, não só para evitar os “gargalos” que consomem recursos públicos, de modo ineficiente, como permitirá a avaliação de cada programa de ação do governo local, aperfeiçoando os métodos de controle e orientando os controles interno e social, também necessários.

Um dos instrumentos mais úteis é a realização de audiências públicas, tanto para a previsão dos orçamentos anuais quanto para o controle da execução dos orçamentos e a fiscalização dos atos administrativos, inclusive aqueles relacionados ao pagamento de salários, vantagens e outros adicionais, racionalizando-os e buscando a economicidade, a eficiência e a eficácia.